Roberto Luiz tem 44 anos e desde criança, um de seus passatempos preferidos era desenhar. Na época, morando ainda no litoral do Rio de Janeiro, prestava atenção à revistas e gibis e demonstrava interesse pela criação e impressão. Anos mais tarde, mudou-se para Limeira (SP) e teve o primeiro contato "oficial" com o processo gráfico. Quando entrou na faculdade de comunicação, já sabia qual caminho gostaria de trilhar. Além da formação em Publicidade e Propaganda pelo ISCA, Roberto também se especializou pela ESPM nos cursos de Criação para Criativos e Gestores de Comunicação e Cores: Princípios Aplicados ao Design e à Comunicação Visual. Dentre suas primeiras experiências na área estão criação e finalização de artes para gráficas e diagramação da revista Cidade de Limeira. Desde então, sua bagagem profissional conta com grandes nomes como MPC Artes Gráficas, ArqGraf - Arquitetura e Grafismo, Alchemy Artefatos em Metais, Procotil Educacional, Gráfica Mundo, Laborgraf Artes Gráficas, Antenas Pluton, Sinal Verde Lixeiras, Les Quatre Mains, Guia Gaia, Revista UP! Magazine, Revista Absoluta, Guia Campinas e Região Convention & Visitors  Bureau, Revista ProAtiva, Sinpol, Revista TRIFATTO, Revista Confortare, Guia 4 Patas e Mackensie Agribusiness. Para ele, cada trabalho executado é uma conquista em sua vida, e tem o prazer de aprender e passar um pouco do que sabe para cada pessoa com quem trabalha. "Todo job merece respeito e dedicação, seja ele pequeno ou um grande projeto", diz. Apesar de gostar muito da arte contemporânea, Roberto procura não se prender tanto aos estilos e respeitar o gosto e vontade de cada cliente. Para isso, está conectado em tempo integral ao universo digital e se mantém informado através de extensa pesquisa de conteúdo e tendências. A rotina de designer freelancer faz com que sua vida seja bastante dinâmica, e Roberto agradece ter escolhido uma profissão na qual tem a liberdade e responsabilidade de estar em lugares diferentes com profissionais que pensam diferente.